Úteis e Fúteis…

Posts marcados ‘Cidadania’

Simples assim…


Anúncios

Manifestantes desafiam toque de recolher na Tunísia


Milhares de manifestantes desafiaram nesta segunda-feira o toque de recolher na Tunísia e mantêm esta noite seu protesto diante do Palácio de Governo na capital do país, exigindo a saída de todos os ministros do regime anterior que permanecem no atual Executivo de transição, tal como a agência EFE pôde constatar.

Momento histórico

A Tunísia começou a viver um forte turbulência social há cerca de quatro semanas, quando jovens e estudantes iniciaram protestos contra os altos índices de desemprego na ruas da capital Túnis. As manifestações logo tomaram vulto e assumiram uma conotação política, criticando a falta de liberdade política no país.

O governo se viu obrigado a agir. Em meio a pedidos de calma à população, o então presidente Ben Ali anunciou o fechamento de universidades e escolas, enquanto o Exército saía às ruas para frear as manifestações. Passaram a haver confrontos regulares, gerando um número ainda incerto de mortos, mas que já passa de 70, segundo dados do governo.

As medidas não foram suficientes, e Ben Ali se viu obrigado a deixar a Tunísia na última sexta-feira, 14 de janeiro, passando o controle do país para o Exército e o comando interino do governo para o primeiro-ministro, Mohammed Ghannouchi. Com a fuga, encerra-se um longo período de governo, iniciado em 1987 e durante o qual Ben Ali se reelegeu diversas vezes.

Sem a presença do ex-ditator, a Tunísia começa a caminhar na direção de um novo cenário político. Na segunda-feira, 16 de janeiro, o comando interino tunisiano convocou a formação de um governo de união nacional para funcionar durante o período transitório até as próximas eleições, convocadas para dentro de seis meses. Presos políticos também receberam anistia, e todos os partidos políticos serão legalizados.

EUA muda prática de demissões


Algumas pessoas já ouviram falar ou sabem de casos de demissão por conta de críticas em blogs ou redes sociais.

Pois nos Estados Unidos, o Conselho Nacional de Relações Trabalhistas considerou ilegal a demissão de uma paramédica que criticou a empresa em trabalhava no Facebook.

A paramédica Dawnmarie Souza foi demitida pela American Medical Response (empresa de ambulâncias) após chamar seu chefe de imbecil através da rede social. Ela escreveu (em tradução livre): “Amo a companhia que permite que um imbecil seja um supervisor”.

Dawnmarie já esperava a demissão. Mas o Conselho Nacional de Relações Trabalhistas, agência que regula as leis trabalhistas estadunidenses, considerou a mesma ilegal, com o argumento que o facebook seria como um bebedouro, onde os funcionários têm o direito de se expressar sobre suas condições de trabalho e sobre seus superiores, de acordo com Lafe Solomon, conselheiro-geral da agência, que falou sobre o caso ao jornal NY Times.

De acordo com o jornal, foi o primeiro caso onde um conselheiro defende o direito de funcionários se manifestarem em redes sociais sem receberem punições.

A empresa American Medical Response afirmou em nota que a funcionária foi dispensada por conta de uma série de reclamações sobre seu comportamento.

Qual a sua opinião sobre isso?

Fonte: TecnoZilla (texto de Jossiano Leal)

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: